Pãozinho Semi Integral de Fermentação Lenta

A fermentação lenta é o melhor processo de preparar pães, pois além de ser muito fácil de fazer, o resultado sempre é garantido. Massa fofinha, cheia de furinhos e casca crocante, além da satisfação de fazer o próprio pão em casa. Fiz estes pãezinhos para o nosso café da manhã em um fim de semana. Deixei a massa levedando durante a noite e pela manhã eu preparei estas delícias. O cheiro do pão assando é tudo de bom. Vale muito a pena fazer pão em casa. Na medida do possível utilize ingredientes orgânicos para as suas receitas.
Por Lori Ellis /Veganana

Tenho aprendido muito e testado inúmeras possibilidades para dividir com vocês e inspirá-los a fazer seus pães em casa também. É mais fácil e divertido do que você pode imaginar, além de ser  mais saudável porque você sabe o que tem no seu pão. Este pão não contém açúcar e nem gordura, foi feito com apenas 4 ingredientes, farinha, água, sal e fermento. Eu usei farinhas orgânicas. Por ser um pão de fermentação lenta, você pode começar a preparar a noite e assar de manhã, ou preparar de manhã e assar a noite. O importante é deixar a massa fermentar lentamente durante pelo menos 8 horas em temperatura ambiente e depois seguir as instruções abaixo. A mesma receita pode ser usada para fazer pão ciabatta, baguete, ou assar em qualquer tipo de forma.


Grau de dificuldade: Media
Rendimento: 9 pãezinhos
Preparação: 1h 30min



INGREDIENTES

  • xícaras de farinha de trigo 
  • xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 1/2 colheres de chá de sal
  • 1 colher de chá de fermento biológico para pão
  • xícaras de água na temperatura ambiente


PREPARO

Em uma vasilha de louça ou vidro coloque os ingredientes secos e misture rapidamente. Adicione a água aos poucos e misture bem até hidratar os ingredientes secos e obter uma massa uniforme. Não é necessário bater, você apenas vai misturar os ingredientes e quando estiver homogêneo está pronto. 





Cubra com um plástico e deixe descansar de 8 a 12 horas. Você pode deixar em cima do balcão da cozinha em temperatura ambiente mesmo. Não é necessário aquecer neste período.




Depois de 8 horas e incrível a transformação da massa. Você pode perceber que a mamãe natureza fez o seu papel e a massa estará cheia de bolhas, aerada, crescida e muito leve. prepare uma superfície enfarinhada para modelar a massa.


Agora é a hora de modelar a massa e fazer os pãezinhos. Em uma superfície enfarinhada coloque a massa removendo delicadamente do prato com o auxilio de uma espátula. Use farinha o necessário para poder modelar até formar uma espécie de bola. Tenha o cuidado de não manipular muito a massa para não perder as preciosas bolhas que vão deixar o seu pão cheio de lindos furinhos.
Depois que conseguir fazer uma bola, achate levemente com as mãos formando uma espécie de retângulo para cortar e modelar. Modele em formato de bolas e coloque em uma assadeira untada e enfarinhada. Polvilhe um pouco de farinha sobre os pães para não grudar. Cubra com um pano e coloque em local aquecido para dobrar de volume.

Geralmente o tempo necessário para o crescimento é de mais ou menos 30 minutos. Pré-aqueça o forno em temperatura de 200C ou 365F. Asse por 25 minutos ou ate que estejam dourados. Retire os pães da assadeira e coloque em uma grade para esfriar.



Fica simplesmente maravilhoso, macio por dentro, cheio de furinhos e a casca fica bem crocante. Espero ter inspirado vocês a fazer pão em casa. Não precisa ter pratica e nem habilidade e muito menos maquina de pão, basta querer e você consegue uma deliciosa fornada de pães super saudáveis e gostosos. Experimente!




Este é o delicioso sanduíche que eu fiz com os pãezinhos. Confira a receita no próximo post ou clique aqui





ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA. SE VOCÊ GOSTOU E QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, POR FAVOR POSTE O LINK DO BLOG COMO REFERÊNCIA DE AUTORIA. OBRIGADA!

34 comentários

  1. Boa tarde Lori, obrigada pela receita, parecem deliciosos,vou tentar Só uma dúvida, precisa mesmo trocar de assadeira depois de deixar dobrar de volume? Por que não assar na mesma?
    Obrigada!
    Heloise

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Heloise,

      Seja bem vinda amiga!
      Menina, tu tá certa, não tem que usar duas assadeiras não. A maneira como eu escrevi deu a entender que tem que trocar. Não, com certeza não precisa trocar. Vou reescrever o texto. Desculpe o mal entendido. Ainda bem que tu escreveu assim eu posso escrever novamente antes que o povo pense que eu sou doida de usar duas assadeiras sem necessidade, rsrsrsrs

      Muito obrigada querida, tenho certeza que tu vai adorar esta receita. É mais fácil do que tu imagina. Dá sempre certo e não dá muito trabalho. Se tiveres mais alguma dúvida escreve novamente.

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  2. Olá Lori! Amei seu blog e já copiei várias receitas. kkk. Parabéns!
    Fiquei ansiosa com essa receita de pão, principalmente porque vai pouquíssimo fermento(tá correto somente 1 colher de chá?), não vai açúcar, nem óleo. Mas o meu pão não deu certo. Ele não ficou bonito como o seu e nem cresceu. Não ficou os "furinhos" e nem fofinho. Fiz algumas alterações. Como não tinha farinha integral substitui por 1 xícara de farelo de aveia e outra 1 xícara por gérmen de trigo. Na hora de colocar a água, tive receio de colocar muita, e coloquei só 1 xicara e 1/2 de água (o ponto em que a massa desgrudou da mão). Será que por isso deu errado?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Aurideia,

      Seja muito bem vinda amiga, bom tê-la aqui!
      Sim, esta receita só leva exatamente uma colher de chá de fermento biológico, não leva açúcar e nenhum tipo de gordura. Esta é a técnica de fermentação lenta. Durante o tempo de fermentação acontece uma química que faz com que a massa cresça, crie bolhas e fique muito leve. Isto também faz com que diminua o índice glicêmico do pão, o que torna a receita ainda mais saudável. O que vai fazer com que o pão cresça é exatamente o tempo que fica fermentando e não a quantidade de fermento.
      Infelizmente as alterações que fizeste não foram uma boa escolha e eu acredito que o problema aconteceu pela adição destes dois ingredientes, o farelo de aveia e o gérmen de trigo. Tem que ser feito com farinha de trigo, seja branca ou integral, ou farinha de centeio, tem que ser farinha e não farelos, e os dois ingredientes que usaste não são farinhas. Se quiser adicionar algum outro ingrediente para enriquecer a receita pode fazer depois de a massa ter fermentado, na hora que for modelar.
      Que pena que isto aconteceu, se tu tivesse me perguntado antes sobre esta substituição eu teria te alertado que não daria certo. Esta receita é realmente muito simples, basta seguir exatamente as orientações e tu consegue fazer um pão muito bom. Quanto a quantidade de água, não tenha medo, pode colocar. A farinha tem que estar totalmente hidratada para que a fermentação aconteça.
      Espero que tu tente de novo porque tenho certeza que tu vai amar esta receita assim como muitas pessoas que já fizeram as outras que eu tenho aqui no blog e me escreveram dizendo que deu super certo. Vou te dar uns links de outras receitas com esta mesma técnica para que tu possas dar uma olhadinha e te inspirar novamente.
      Esta massa é bastante delicada e não deve ser manuseada demais. Tudo o que tu precisa fazer é misturar os ingredientes com uma espátula ou colher, adicionar água até hidratar os ingredientes secos, cobrir com plástico e deixar que a natureza se encarrega do resto.
      Se tiveres alguma dúvida, escreve novamente que eu te ajudo. Quero muito que tu experimente de novo, Se não tiver a farinha integral, faz com farinha branca mesmo. Como eu te falei, esta técnica é bem mais saudável porque a fermentação come o açúcar natural que tem na farinha e também diminui o índice da carboidrato. Vale a pena fazer de novo, mesmo que seja com farinha branca.

      Veja estes links com fotos ilustrativas do passo a passo e explicação bem detalhada.

      1 - http://blog.veganana.com.br/2014/03/pao-rustico-semi-integral-de.html

      2 - http://blog.veganana.com.br/2014/03/pao-caseiro-tipo-frances.html

      3 - http://blog.veganana.com.br/2014/04/pao-de-forma-semi-integral-com.html

      4 - http://blog.veganana.com.br/2015/02/pao-de-centeio-com-pistachos-e-amendoas.html

      A mesma receita pode ser utilizada para fazer deliciosas focaccias como estas:

      http://blog.veganana.com.br/2015/02/focaccia-semi-integral-de-azeitonas.html

      http://blog.veganana.com.br/2014/08/focaccia-semi-integral-de-abobrinha-e.html

      Espero ter ajudado e te inspirado a tentar de novo, se tiveres mais alguma dúvida escreve
      novamente.

      Obrigada pela visita, volte sempre!

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  3. Entendi direito, nao precisa sovar? Só, depois da fermentação, modelar os pães e deixar descansar antes de assar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Danielli,

      Seja bem vinda, obrigada pela visita e interesse na receita. Sim, tu entendeu direito. É exatamente isto. Este processo se chama fermentação lenta e não precisa sovar a massa nem bater. Aliás, a massa não deve ser muito manipulada. O que faz o pão crescer é o tempo que fica fermentando. Depois da fermentação tu modela os pães como eu expliquei e deixa descansar até dobrar de volume. Este processo é super simples e dá super certo. Espero ter esclarecido as tuas dúvidas, escreva novamente se surgir mais alguma pergunta.

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  4. Obrigada querida! Vou tentar fazer. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Danielli,

      Legal amiga, faz sem receios que eu tenho certeza que tu vai adorar a facilidade desta receita. depois me conta como ficou, boa sorte!

      beijoss

      Excluir
  5. Oi Lori!
    Sabe o que eu adorei nessa receita? Que não precisa sovar. Muitas vezes deixei de fazer pão porque tinha que sovar muito para dar bom resultado e eu morro de preguiça de ficar sovando. Outra coisa, num dia fiz quatro pãezinhos e no dia seguinte fiz mais quatro, ou seja, esses últimos fermentaram muito além das 12 horas e o resultado ficou ótimo, macio por dentro e com uma casquinha por fora. A única coisa é que não ficaram tão bonitos como os teus, os meus ficaram mais achatadinhos mas o gostinho é ótimo. Estou pensando de na próxima vez que fizer pincelar um pouquinho de azeite de oliva e jogar gergelim por cima. Fiz o sanduíche com berinjela e ficou maravilhoso (fiz uma maionese com biomassa de banana verde). Um abraço daqui de Cruz Alta/RS!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha amiga Regina,

      Nossa que legal, fiquei super feliz que tu já estás bem familiarizada com a receita e fazendo os teus deliciosos pãezinhos de fermentação lenta. Depois que eu descobri esta maravilha não sovo mais pão não, rsrsrsrs
      Quanto mais tempo a massa fermentar, mais azedinho fica, e mais gostoso. Vai ficar maravilhoso se colocares azeite na massa e gergelim. Nossa, eu já fiz assim e ficou tudo de bom. Tem um pão que preciso editar e postar que eu coloquei gersal em gergelim. Ficou lindo e muito gostoso. Usei gergelim preto. O bom de tudo é inventar sabores novos em cima da mesma receita. Ah que delícia, adorei esta ideia de maionese com biomassa de banana verde. Depois me conta como tu fez. Eu trouxe uma caixa de biomassa do Brasil e ainda não usei. Quem sabe eu experimento, fiquei curiosa com a tua maionese.
      Adorei a tua visita e recadinho, mas principalmente fiquei super feliz em saber que fizeste o pãozinho e foi aprovado.
      Obrigada por escrever, um grande abraço para ti e para a linda Cruz Alta onde a minha amada vovózinha morou, e muitas vezes eu fui visitá-la antes de ela partir.

      Volte sempre amiga querida!

      beijos
      Lori Ellis

      Excluir
  6. Oi Lori!!! Que legal que a tua vovó morou aqui em Cruz Alta!!! Consegui a receita de maionese de biomassa de banana verde no Panelinha Saudável (http://www.panelinhasaudavel.com.br/receitas/receitas-salgadas-sem-lactose/maionese-de-biomassa-de-banana-verde). Um abração!!!

    ResponderExcluir
  7. Bom dia amiga querida,

    Sim, a minha vovó amava Cruz Alta. Morou muitos anos lá e mesmo não tendo nascido em Cruz Alta, foi o lugar que ela mais amou viver. Eu tive a oportunidade de ir várias vezes para lá depois que a vó mudou. Isto faz muitos tempo, mais de 15 anos.

    Adorei a receita, fui lá no site ver e vou experimentar para aproveitar a biomassa que tenho em casa. Muito legal mesmo, obrigada amiga! Quando fizer eu te conto como ficou.

    Um ótimo final de semana para ti querida, volte sempre para me visitar!

    abraços
    Lori Ellis

    ResponderExcluir
  8. Olá!! Será que eu posso substituir as farinhas de trigo por outras farinhas? O PIS por exemplo? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Gustavo,

      Eu nunca testei esta receita de fermentação lenta com outras farinhas, sem glúten por exemplo. As combinações que eu sempre faço são baseadas em um percentual de farinha de trigo e outro tipo de farinha integral, de centeio, de trigo sarraceno, milho ou aveia. Quanto a usar a proteína isolada de soja, eu não tenho nenhuma experiência porque nunca usei, mas acredito que pode dar certo se misturar com a farinha de trigo.
      Espero ter ajudado um pouco, se tiver mais alguma duvida que eu possa esclarecer, escreve novamente. Caso fizeres o pão de maneira diferente, escreve me contando como foi a experiência, vou gostar de saber.

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  9. Olá Lori, tudo bem? Adoro seu blog. Suas receitas me inspiram. Vou tentar fazer essa receita de pão, será o meu primeiro pão caseiro (primeiro de muitos, com certeza!), e achei essa sua receita muito fácil, ótima para quem não experiência com pães, exatamente o que eu estava procurando. Mas gostaria de dar um toque de pão australiano. Será que é possível incluir açúcar de coco ou mascavo e um pouco de cacau? O que vc acha? A massa irá desandar? Beijos e obrigada! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Fernanda,

      Fico feliz demais em saber que te inspirei a fazer pão caseiro. Tenho certeza que vais adorar esta receita e depois que tu pegar o jeitinho não vai mais comprar pão, vai comer sempre pão fresquinho, delicioso que tu mesma fez.
      Esta receita é básica e tu podes acrescentar o que quiser depois que a massa levedar. Eu aconselho a colocar o açúcar e o cacau na hora de modelar o pão. Quando retirar do prato depois das 8 horas ou mais de fermentação, com muita delicadeza tu pode incrementar o pão acrescentando os ingredientes que quiseres. Para o pão australiano fica legal colocar um pouco de melado também se quiseres. Eu já fiz e simplesmente não conseguia parar de comer de tanto que gostei, rsrsrsrs
      A massa não desanda, não se preocupe. Faça como eu te falei, misture no finalzinho quando for modelar o pão procurando não manipular muito para não perder as bolhas maravilhosas que vão se formar na massa. Depois disto deixe crescer novamente antes de assar.
      Espero ter esclarecido a tua duvida e te encorajado a tentar. Eu não fiz ainda a versão do pão australiano com fermentação lenta, mas agora tu me fez pensar e acho que vou fazer tambem, hehehehe

      Se tiver mais alguma dúvida escreve de novo que eu te ajudo.

      beijos
      Lori Ellis

      Excluir
  10. Olá Lori! Fiz o pãozinho...Mas me enrolei um pouco...kk Escolhi uma tigela tamanho médio e no meio do processo de fermentação a massa transbordou...Não achei que fosse crescer tanto! Bom, dividi a massa em outra tigela e aguardei o tempo restante. Depois, quando passei a massa para superfície de trabalho, quem disse que consegui modelar os pãezinhos? kkk A massa ficou muito elástica e grudenta. Fui colocando farinha e depois parei porque fiquei com medo do pão ficar duro. Peguei a massa assim mesmo e coloquei numa forma de pão. A outra metade, não sei por que, consegui modelar um pouco e mesmo assim, com dificuldade. Os pães acabaram ficando de vários formatos diferentes...kkk Depois de assado o pão da forma de pão ficou lindo por fora, com uma casca firme, mas por dentro, um pouco pesado, sabe? Não sei se tirei do forno antes, mas estava bem dourado e bonito.Já os outros ficaram bem melhores, um pena que não consegui modelar.:( Você acha que eu poderia ter usado mais farinha? Beijos! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda,

      hehehe, acredite que da primeira vez que eu fiz este pão de fermentação lenta me enrolei muito! Por isto resolvi fazer até acertar e fotografar o passo a passo para facilitar a vida de quem quiser se aventurar nesta arte de fazer pães. Aconteceram coisas bizzaras comigo, eu escolhi uma panela muito grande e o pão cresceu para os lados, depois eu comprei uma panela esmaltada mais estreita e alta achando que ia dar certo... untei e enfarinhei e o pão grudou tanto que tive que cortar dentro da panela mesmo... e por aí vai, rsrsrs
      A massa cresce mesmo, se tu olhar o tamanho da que eu uso, vai ver que fica lá em cima e cheia de bolhas. A massa é mole e grudenta sim, mas para isto tu tem que usar uma espátula e colocar farinha o suficiente para que consigas modelar o pão sem colocar muito as mãos, a não ser depois que conseguires formar uma bolinha sempre enfarinhando e virando a massa como eu mostro nas fotos. O pão não fica duro se tu colocar mais farinha, pode colocar o quanto for necessário sem medo.
      Fiquei aqui imaginando a tua situação, mas tu foi muito inteligente, diante da situação tomaste as decisões corretas e eu só preciso saber umas pequenas informações para ver se consigo te ajudar melhor...

      - Que tipo de farinha utilizaste?

      - Tu deixou a massa crescer depois de modelada? Quanto tempo? os pães dobraram de volume?

      - O forno estava pre-aquecido?

      - Que tipo de forma utilizaste?

      - Quanto tempo de forno?

      Eu acho que o pão não assou o suficiente pelo que relatas que ficou assado e bonito por fora mas pesado por dentro. Ele fica bem leve.

      Não desista, tente novamente e pense nas coisas que podem ter dado erradas na primeira tentativa e ajuste na medida do possível. Vale a pena tentar, e pode usar mais farinha para modelar que não vai dar problema porque depois que modelares os pães eles tem que crescer novamente e esta farinha utilizada não vai interferir no resultado final.

      Espero ter ajudado, se tem alguma coisa que tu não entendeu escreve de novo que eu te ajudo.
      Boa sorte na próxima tentativa, tenho certeza que vais conseguir!

      beijos
      Lori Ellis

      Excluir
  11. Ola. Estou no meio do processo. A massa esta la descansando e todo momento vou ver quanto ja cresceu rsrs. Mas ainda me resta uma dúvida...

    Na segunda parte, depois de moldar, que você diz pra cobrir e deixar em lugar aquecido...Você poderia me explicar melhor essa parte? Obrigada. Ana Paula

    ResponderExcluir
  12. Oi Ana Paula,

    Nossa que legal que tu estás fazendo o pão! tenho certeza que não vais esquecer o teu primeiro pão de fermentação lenta, eu não esqueci o meu hehehehe

    Depois que tu modela os pãezinhos coloca na forma untada e enfarinhada deixando um pequeno espaço para que cresçam. Depois disto tu cobre a forma coma toalha de cozinha e deixa em um lugar protegido para dobrar de volume. Eu geralmente deixo a forma em cima do fogão. Quando eu falei lugar aquecido quis dizer protegido para que cresça bem. Depois que dobraram de volume tu pre-aquece o forno e leva eles para assar.

    Espero ter ajudado, se tiver mais alguma duvida escreve novamente. Ainda bem que eu vim aqui antes de fechar o computador e consegui ver a tua mensagem e responder na hora.
    Espero que teu pão fique lindo, me conta depois como ficou.

    abraços
    Lori Ellis

    ResponderExcluir
  13. Ola. Desculpe a demora pelo retorno. Bem, vamos lá

    A massa estava mole. Me lembro de algum lugar que você disse que era normal. Mas mesmo eu acrescentando mais farinha enquanto manuseava a massa, não consegui dar forma a ela. Achei que ela estava meio elastica também.

    Coloquei na forma tipo de bolachões e não achei que cresceu nada depois de modelar.

    Mesmo assim depois de pronto a casquinha ficou crocante, mas a massa estava pesada, se é que me entende rsrs. E comemos bastante rsrs

    Só não tentei novamente porque o tempo esfriou. Mas vou tentar. Desconfio do fermento, estava guardado ja tinha tempo. Ah, ele não dourou, mas ja estava queimando por baixo, sera que errei na temperatura?

    Tenho fotos, se der pra te mostrar. Muito obrigada pela disposição e assim que tentar dinovo eu volto pra contar minha experiência.

    Mas de todas as receitas de pão que fiz, essa foi a que chegou mais perto!

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana Paula,

    Obrigada por escrever dando detalhes do que aconteceu com o teu pão. Com certeza o teu pão não ficou como deveria ter ficado pelo que estás falando. Acredito que se o fermento estava guardado ha algum tempo, pode ter sido o motivo de a receita não ter dado certo. A qualidade dos ingredientes é muito importante para que se tenha um bom resultado em uma receita, especialmente as que levam fermento como pães e bolos.
    Tenta novamente, não desiste. Compra um fermento novo, farinha nova, e faz tudo de novo. Tenho certeza que vai ficar bom. Quanto a forma, eu não entendi muito bem o que queres dizer com forma tipo bolachão, tu quer dizer forma redonda grande? Isto não seria problema, porque desde que tu asse em uma forma onde possas colocar os pães para crescer e que tenha espaço suficiente, vai dar certo sim.
    A temperatura ambiente também pode influenciar no tempo de crescimento da massa. Se estiver muito frio, é bom que cubras o prato onde a massa vai fermentar com o plástico conforme a recomendação, e pode colocar uma toalha ou guardanapo por cima e colocar em local protegido de vento.

    Se quiseres mande as fotos por email para mim, gostaria de ver. Mande para nanablue819@gmail.com
    Acabei de preparar uma massa para fazer estes pãezinhos para o nosso café da manhã, ainda não sei o que vou colocar neles, mas acho que vai ser semente de gergelim.

    Um ótimo domingo para ti, um grande abraço!
    Lori Ellis

    ResponderExcluir
  15. Amei. Fiz ficou supimba. Só ter paciência de esperar de 8 à 12horas para a fermentação. E depois é um pouco trabalhoso. Mas consegui um bom resultado. Vou fazer só ele outros dá trabalho e não fica bom. Ameieieieiei......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga,

      Que legal que fizeste, fico feliz que conseguiste um bom resultado já na primeira vez. Eu tive que fazer pelo menos duas vezes para me encorajar a postar a receita com detalhes para vocês. Da primeira vez fiquei super insegura, e acabei assando o pão em uma panela muito grande e a massa apesar de ter crescido bem, ficou achatada porque acabou crescendo para os lados, rsrsrs, ficou gostoso, mas não ficou bonito. Com o tempo tu pega o jeitinho e daqui a pouco vai estar inventando sabores diferentes com a mesma receita.
      Obrigada por escrever me contando a tua experiência com o pão, que bom que tu gostou!

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  16. Amei. Só ter paciência para a fermentação. deixei 12 horas. Depois é misturar e formar os pãezinhos. ´Prá mim não tem outra receita de pãezinhos. Amei e farei só esta receita. Ótima não tem gasto exorbitantes ficou ótimo. Mas não é tão fácil não tem seus massetes para chegar no ponto somente misturando com espátula sem por a mão. mas devagar chega-se ao ponto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Passaros,

      Sem dúvida, a medida que fizeres vai pegando o jeitinho e como falei no comentário anterior, daqui a pouco vais estar uma expert nesta receita. Para mim também levou um tempinho até que conseguisse me acostumar com a massa mole e com o medo de não dar certo. Hoje em dia eu só faço esta receita e aqui em casa a gente adora. Não tem nada mais gostoso do que o cheirinho de pão assado, é bom demais. E o melhor de tudo como tu falas, é super econômico porque não precisa usar muitos ingredientes, e ainda é a opção mais saudável de consumir pão.
      Adorei que vais fazer esta receita sempre, fico feliz em ter te inspirado e agradeço muito por escreveres. Para mim é muito importante receber este retorno de vocês sobre as receitas.

      Um grande abraço, volte sempre para me visitar e me contar dos teus pães!
      Lori Ellis

      Excluir
  17. Oi Lori! Eu vi sua receita por um acaso, alguém compartilhou o sanduíche no Facebook e segui o link pra receita do pão! Fiz ontem a noite, era umas 23h! Fui dar uma olhadinha nele agora,( são 8h) e acho que vou aguardar as 12h. Olhando pra ele agora, parece estar bem mole, acredito que se fosse manipular agora, ia com certeza grudar nas mãos, aliás, acho que não ia dar nem pra modelar ( dá impressão que vai escorrer entre os dedos, não sei se consegue imaginar, rs). Não está nem um pouco parecido com a foto da massa já enfarinhada!! :D Usei ingredientes novos e de boa qualidade, o tempo aqui está um pouco frio e úmido. Será que quando atingir as 12h, e continuar com esse aspecto, eu posso colocar mais farinha? Se der, coloco mais da integral ou da branca? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Andressa, tudo bem?

      Que bom que estás fazendo a receita. Realmente a massa fica mole quando fermentada, não precisa te preocupar muito com isto. Se deixares mais tempo eu acredito que vai ficar mais mole, e o pão vai ficar mais azedinho. Se gostas de pão azedinho tudo bem então. O seguinte, não se preocupe com a consistência da massa. Coloque em uma superfície bem enfarinhada e trabalhe como eu explico na receita sempre usando farinha. Eu usaria a farinha branca para fazer este processo por ser mais leve e incorporar mais facilmente à massa. Use o quanto precisar de farinha para conseguir modelar até que consigas a consistência ideal para fazer os pãezinhos. Pode fazer sem medo que vai dar certo,viu? Coloque a farinha apenas quando for modelar, não misture mais farinha na massa ainda no prato.
      Fique tranquila, a primeira vez é sempre assim. Para mim foi a mesma coisa, levou algum tempo até que eu me acostumasse que a massa é realmente mole e que as vezes fica um pouco mais difícil e trabalhoso fazer a modelagem. Mas uma coisa eu aprendi fazendo estas receitas, sempre dá certo! O pior que já aconteceu comigo foi colocar a massa para assar em uma panela muito grande e o pão ficar achatado, mas mesmo assim ficou uma delícia. Outra vez eu também tive problema, mas foi com a panela que usei. Eu usei uma panela esmaltada e não untei o suficiente, e o pão grudou. Mas mesmo assim ficou delicioso apesar de ter ficado feio e quebradiço.
      Fiz muitas, muitas vezes e hoje eu tenho a maior confiança nesta receita porque sei que sempre dá certo, e por isto compartilho com vocês e me dei ao trabalho de fazer as fotos do passo a passo para ajudar e dar mais confiança a quem se aventurar a fazer. Se tiveres tempo, leia os outros comentários acima e vais ver que muita gente teve dúvidas, mas todos conseguiram fazer.
      Espero ter ajudado, escreva novamente se precisar. Se quiser falar comigo em tempo real, manda uma mensagem no Facebook que eu te ajudo.
      Boa sorte, vai firme, faz o teu pão sem medo que eu tenho certeza que vai ficar muito bom. Use quanta farinha necessitar na hora da modelagem. Não esqueça de deixar um pratinho de farinha à mão para usar quando necessário, e use uma espátula se possível.

      abraços e muito obrigada por acompanhar o blog
      Lori Ellis

      Excluir
    2. Lori, obrigada! Já te mandei a receita via Facebook, eu sou a Andressa do sanduíche maravilhoso!
      Obrigada pela tua atenção aqui no blog também! Já escolhi a receita da próxima semana! Bom fds pra ti!!

      Excluir
    3. Andressa, que legal! Agora que eu vi que tinha falado contigo por aqui. Muito legal, adorei que tenhas mandado as fotos pelo Facebook. Ficaram maravilhosas e o teu post bombou hoje na página! Valeu mesmo, obrigada por compartilhar. Valeu a pena, os pãezinhos ficaram lindos mesmo, parabéns!
      Vou ficar no aguardo da receita da próxima semana, hehehe
      Um ótimo final de semana para ti também!

      bjs
      Lori

      Excluir
  18. Olá Lori, muito obrigada pelas receitas que vc compartilha, já fiz a focaccia e ficou ótima. Gostaria de uma receita de fermentação lenta com mandioquinha, vc tem? Vc acha que dá certo se eu acrescentar o purê depois da massa fermentada?
    Obrigada!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mariana,tudo bem?

      Seja bem vinda e muito obrigada por acompanhar o blog e escrever este recadinho tão simpático. Tu podes acrescentar o purê de mandioquinha na massa depois de fermentada tomando bastante cuidado para não manipular muito. Use uma espátula e misture aos poucos. Dá certo sim, eu já acrescentei sementes, frutas frescas picadas, oleaginosas e frutas secas sempre depois de a massa fermentar, na hora da modelagem. Coloque o purê aos poucos e dobre a massa acrescentando mais e dobrando novamente. O purê não pode ser muito líquido, e tu pode acrescentar mais farinha o quanto for necessário até que consigas modelar a massa. O importante é ter o cuidado de não sovar a massa para não perder a leveza da fermentação lenta. Se fizeres me conta como ficou. Espero que gostes e espero ter ajudado a esclarecer a tua dúvida.

      Um grande abraço
      Lori Ellis

      Excluir
  19. Olá, será que eu consigo colocar ervas nesse pão sem estragar a receita?
    Obrigada =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga, tudo bem?

      Seja bem vinda e muito obrigada por acompanhar o blog. Tu podes acrescentar ervas, sementes, oleaginosas, frutas secas, ou o que quiser na massa do pão, depois de levedada. Não se preocupe, não vai estragar a receita. Se quiser temperar com ervas, na hora que despejar a massa do prato, para modelar, acrescente a quantidade de ervas que desejar, aos poucos, e vá misturando delicadamente para que as mesmas possam incorporar à massa por igual.
      Depois me conta como ficou, tenho certeza que vais adorar! E se quiser, depois de modelados os pãezinhos, no formato e tamanho que desejar, pode pincelar um pouco de azeite de oliva para que os pães fique douradinhos.
      Espero ter ajudado, se tiver mais alguma dúvida, escreve novamente.

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir

Olá,
Seja muito bem vindo e obrigada por visitar o meu blog!
Seu comentário será lido e assim que possível respondido neste mesmo post. Por favor assine o seu comentário para que eu possa conhecê-lo também.Obrigada pela visita e volte sempre!

Lori Ellis