quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Sorteio de Fim de Ano 2014

 
Gostaria de convidar a todos para participar do sorteio de fim de ano do Blog Veganana. Estou sorteando um (1) Aparelho de fazer macarrão de legumes da marca "Vegetti" e um ( 1 ) pote de Nutritional Yeast da marca "Red Star"  para um (1) ganhador. Se você esta pensando em fazer aquele delicioso macarrão de abobrinha, não perca a chance de ganhar!  O Vegetti é um aparelho super funcional e pratico. Corta vários legumes como abobrinhas, batatas, cenouras, pepinos e outros em duas diferentes espessuras. Muito simples de usar, lavar e armazenar.

O Nutritional Yeast Nutritional Yeast ou Levedura Nutricional é um fermento inativo que pode ser utilizado como suplemento alimentício ou como tempero. São pequenos flocos de cor amarela com um sabor bem especial que lembra o queijo. Pode ...ser utilizado em muitas receitas quando se quer um sabor de queijo.

A levedura nutricional possui alta concentração de proteínas, vitaminas do complexo B e acido fólico, e baixo teor de gordura e sódio.
Esta marca Red Star e muito conhecida e possui uma fonte muito confiável de Vitamina B12 sem nenhuma adição de produto de origem animal. Se conservado em pote fechado sem mantem fresco por muito tempo!


 
 




Para participar basta clicar no link abaixo, seguir as instruções do aplicativo e clicar em "Quero Participar".

http://goo.gl/w8jxYY


Não esqueça de ler o regulamento com atenção para evitar problemas.  Para participar você tem que compartilhar a imagem do sorteio em modo PUBLICO no seu timeline no Facebook e chamar 3 amigos para participar marcando eles na foto. Participe! Compartilhe e me ajude a divulgar este sorteio!

BOA SORTE A TODOS! ♥
 
 
 
 
 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Consomê de Cenouras


 
A combinação dos ingredientes nesta receita é muito boa e equilibrada, fazendo com que o resultado seja uma deliciosa e nutritiva sopa cremosa.  Use o gengibre com parcimônia, adicione mais caso achar que pode, mas não coloque muito de inicio caso você não estiver acostumado com o sabor acentuado do gengibre na sopa. Sirva com croutons ou torradinhas. Fica bom demais. Este tipo de sopa também pode ser servido no verão, porque fica deliciosa mesmo apenas morninha.




Você pode servir como entrada de uma refeição em pequenos bowls, ou então como prato principal acompanhado de pão quentinho e quem sabe um delicioso vinho.


                                                         
 Serve 3 pessoas



INGREDIENTES

  • 4 cenouras de preferencia orgânicas
  • 1 batata media descascada
  • 1 cebola media picada
  • 1 dente de alho grande
  • 1 pedacinho de gengibre
  • 1 colher de sopa de óleo vegetal
  • sal e pimenta do reino a seu gosto
  • raspas de limão (pequena quantidade)
  • 1 colher de cúrcuma em pó (opcional)
  • azeite de oliva para servir
  • pimenta calabresa (opcional)



PREPARO


Corte as cenouras e a batata descascada em pequenos cubinhos. Pique a cebola e o alho. Em uma frigideira ou panela grande aqueça o óleo vegetal e frite o alho. Adicione a cebola e deixe fritar em fogo baixo até que a cebola comece a ficar dourada, transparente. Adicione a batata, o gengibre e as cenouras. Adicione agua até cobrir os legumes. Tempere com sal e deixe cozinhar ate que os legumes estejam bem macios. O cozimento leva mais ou menos 20 minutos.
Com a ajuda de uma escumadeira ou concha retire os ingredientes sólidos da panela e coloque no liquidificador com um pouco da agua do cozimento e bata até conseguir um creme bem lisinho. Acrescente o restante da agua do cozimento aos poucos para controlar a consistência.  Caso você desejar acrescente mais agua além da agua do cozimento dos legumes.
Devolva para a panela, junte as raspas de limão, ajuste o sal e adicione a pimenta do reino de preferencia moída na hora.
Sirva imediatamente. Decore ao seu gosto e se desejar coloque um fiozinho de azeite de oliva na hora de servir para aproveitar os benefícios nutricionais do azeite que não deve ser aquecido a altas temperaturas.






 ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CREDITOS DE CRIAÇÃO.
OBRIGADA. 
 
 

Batatas Assadas com Alho e Ervas

 
Deliciosas batatas assadas que servem de acompanhamento para qualquer prato principal. Uma sugestão simples e muito fácil e rápida de preparar que sempre agrada pelo sabor e pelo lindo visual. Esta receita é uma inspiração, e você pode usar os temperos que preferir, ervas aromáticas secas ou frescas, vale tudo, desde que você goste. Tudo fica bom com batatas, ainda mais este tipo de batatas douradinhas no forno.
 
 
 
 Serve 2 pessoas 
 
 
 
INGREDIENTES
 
  • 4 batatas grandes cozidas "al dente"
  • 2 dentes grandes de alho esmagados
  • 1 colher de sopa de cebolinha verde picada
  • 1 colher de sopa de salsinha picada
  • 1 colher de chá de orégano seco
  • 1 colher de chá de pimenta caiena em flocos (opcional)
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 3 colheres de sopa de óleo vegetal
 
 
 
PREPARO
 
 
Lave as batatas, descasque e cozinhe inteiras em agua e sal. Coloque uma colher de chá de vinagre na agua. Isto ajuda a manter as batatas inteiras ao cozinhar. As batatas devem ser cozidas "al dente" porque vão ser levadas ao forno. Eu recomendo que quando a agua do cozimento das batatas levantar fervura, abaixe o fogo e deixe cozinhar por apenas 5 minutos.
Escorra as batatas e reserve enquanto prepara o restante dos ingredientes.
Em uma frigideira grande aqueça o óleo e doure o alho. Cuidado para não queimar. Coloque um pouco de sal e adicione a cebolinha verde. Abaixe o fogo e deixe apurar por 1 minuto. Adicione então a salsinha e desligue o fogo.
Volte as batatas que já deverão ter esfriado o suficiente para serem cortadas em pequenos quadrados ou como preferir.
Em um refratário coloque as batatas e acrescente este refogado misturando delicadamente ate agregar bem os ingredientes. Salpique o orégano seco e a pimenta caiena se for utilizar. Leve ao forno médio pré-aquecido a 180C.
Deixe assar por uns 10/15 minutos ou até que fiquem douradas.
Sirva imediatamente.
 
 

 
 
 ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CREDITOS DE CRIAÇÃO.
OBRIGADA. 
 
 

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Sanduiche de Legumes à Provençal


Imagina um sanduiche quentinho recheado com deliciosos legumes grelhados com um tempero na medida certa. Ficou muito bom.  Servi este sanduiche para um almoço de sábado aqui em casa apenas acompanhado de salada verde. Não precisa mais nada porque é uma refeição completa. Embora a receita seja um pouco mais elaborada, vale a pena experimentar. O resultado com certeza vai agradar a quem experimentar esta delicia. Eu queria ter colocado queijo vegano, mas não tinha pronto em casa, e então resolvi fazer sem queijo mesmo, embora imagine que com queijo vegano derretido deve ficar muito mais gostoso. Da próxima vez que fizer vou me programar para usar um queijo vegano que derrete. Desta vez eu resolvi fazer meio que de improviso para aproveitar legumes e inventar uma coisa diferente.






Este sanduiche fica maravilhoso acompanhado de um suco caseiro que você pode inventar com o que tiver disponível em casa. Eu fiz uma limonada na hora de servir. Como o sanduiche é bem farto de ingredientes, achei que um suco mais light seria melhor. Usei pão ciabatta que eu adoro. Eu prefiro os pães mais rústicos como a ciabatta que tem a casca bem grossa e fica perfeita para este tipo de receita. Caso você preferir pode usar baguete. Também pode fazer com pão integral se você preferir.



 
 Serve três pessoas



INGREDIENTES

  • 3 pães ciabatta
  • 1/2 abobrinha verde
  • 1/2 abobrinha amarela
  • 1/2 pimentão vermelho
  • 1 tomate médio
  • 1/2 berinjela pequena
  • 4 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de folhas de manjericão
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • sal e pimenta a seu gosto


PREPARO

Comece preparando a berinjela. Lave bem e mantenha a casca. Corte as pontas e fatie em rodelas medias. Coloque as fatias em um escorredor com uma bacia por baixo. Salpique sal e deixe descansar enquanto prepara o restante da receita. Este processo vai eliminar o amargor da berinjela. Você vai observar que vai escorrendo um liquido escuro pela peneira na bacia. Reserve.

Lave as abobrinhas e corte em fatias com mais ou menos 1 cm de espessura. Disponha as fatias em uma travessa e tempere com sal e pimenta e  reserve. Corte o tomate e o pimentão em fatias largas e coloque em um outro prato e reserve.

Lave rapidamente as berinjelas que estavam no escorredor para remover o restante do liquido escuro que se formou. Seque as fatias com papel toalha, coloque em uma travessa, tempere com sal e pimenta e reserve.

Os legumes devem ser grelhados em separado. Aqueça bem uma frigideira grande de fundo largo ou uma grelha caso você tiver. Coloque uma colher de sopa de azeite e comece grelhando a berinjela virando com cuidado para dourar dos dois lados. A medida que ficarem prontas coloque em uma travessa e mantenha em local aquecido. Eu coloquei no forninho elétrico que tenho do lado do fogão ligado em temperatura baixa apenas para manter aquecido.

Coloque mais uma colher de sopa de azeite e grelhe as abobrinhas, também tendo o cuidado de virar para grelhar dos dois lados. Grelhe rapidamente as abobrinhas, deixe "al dente". Fica mais gostoso. A medida que estiverem prontas, coloque na travessa junto com as berinjelas.

Na mesma frigideira coloque mais uma colher de sopa de azeite e frite o alho esmagado temperando com uma pitadinha de sal. Deixe dourar, mas cuidado para não queimar. Remova os pedaços de alho fritos e coloque em um pratinho separado para utilizar depois. Corte o pão ao meio e grelhe rapidamente na parte interna. Remova as fatias de pão grelhadas e coloque na travessa e mantenha aquecido.

Na mesma frigideira coloque mais uma colher de sopa de azeite e grelhe as fatias de pimentão vermelho. Remova e coloque junto com os legumes grelhados. Por ultimo coloque as fatias de tomate, tempere com sal e pimenta a seu gosto, adicione o alho que foi frito antes e deixe o tomate fritar com o alho por mais 1 minuto. Adicione as folhinhas de manjericão apenas misturando depois que desligar o fogo.

Monte o sanduiche intercalando as fatias de berinjela, abobrinha, pimentão e tomate na quantidade desejada. Sirva imediatamente acompanhado salada verde e suco natural de sua preferencia.






 ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, POR FAVOR POSTE O LINK DO BLOG COMO REFERÊNCIA DE AUTORIA.
OBRIGADA.
 
 

domingo, 23 de novembro de 2014

Pudim de Banana com Crocante de Nozes

 
 
Esta é mais uma versão do delicioso pudim integral de bananas que faz tanto sucesso aqui em casa. Uma sobremesa muito fácil e rápida de preparar. Desta vez eu coloquei nozes e fiz uma cobertura crocante que deu um toque muito especial a receita.
 
 
 


Se quiser pode colocar pedacinhos de nozes junto com as bananas para dar um toque especial no pudim. Vale tudo, invente a sua maneira de preparar esta deliciosa e simples sobremesa.







Você pode fazer esta mesma receita sem glúten caso preferir. Eu usei somente farinha integral orgânica e açúcar mascavo. Mas qualquer farinha sem glúten de sabor neutro pode ser utilizada nesta receita também.




 

Esta é uma receita que você faz rapidinho e com certeza agrada muito pelo lindo visual e pelo sabor. É possível variar a mesma receita utilizando outras frutas junto com a banana ou frutas secas a seu gosto.



 
Serve 6 pessoas
 
 
 
INGREDIENTES

  • 8 bananas grandes bem maduras
  • 1 xicara de chá de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de chá de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa de canela em pó
  • 1 colher de sobremesa de essência de baunilha
  • suco de 1/2 limão
  • 1/4 xicara de aveia em flocos
  • 200 ml de agua filtrada


PREPARO
 

Comece preparando a aveia. Coloque a agua filtrada no liquidificador e acrescente a aveia que pode ser em flocos ou como você preferir. Adicione a baunilha e bata bem até conseguir um leite cremoso. Reserve.
 
Esmague as bananas grosseiramente com o garfo e coloque em um prato fundo. A medida que for esmagando, esprema o limão em cima para não escurecer.

Misture a farinha, o açúcar e a canela em um prato fundo e reserve.
Em uma forma sem untar dor formato que você preferir, coloque a terça parte da mistura da farinha, e depois uma camada bem generosa das bananas amassadas. Cubra as bananas com a mistura da farinha e açúcar e coloque o restante das bananas na camada seguinte. Cubra novamente as bananas com o restante da mistura de farinha e açúcar e então despeje o leite de aveia que você bateu no liquidificador sobre a forma cobrindo tudo. Com o auxilio de uma espátula abra levemente as laterais do pudim para que o leite penetre pelos cantos da forma e hidrate bem a massa.  
Quando colocar as camadas tome o cuidado de não encher muito a forma porque esta receita cria muita agua e pode transbordar no forno. Sempre use uma forma funda e deixe sobrar espaço para não ter problema.




PARA A COBERTURA DE NOZES

  • 1/2 xicara de nozes trituradas
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo

PREPARO  
 
Misture a canela o açúcar e as nozes trituradas. Cubra o pudim com esta mistura espalhando delicadamente com o auxilio de uma colher ou espátula.   Leve ao forno pré-aquecido a temperatura de 180C por 20 a 30 minutos ou até dourar.



 

Espere esfriar para desenformar. Sirva gelado acompanhado de frutas frescas ou como você preferir. Também fica muito gostoso servir quente com uma bola de sorvete vegano em cima.





A massa do pudim fica deliciosa e com um sabor muito delicado. Vale a pena experimentar.  Esta receita é uma das preferidas aqui em casa.






ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CREDITOS DE CRIAÇÃO.
OBRIGADA.

 

Hamburguer de Quinoa com Gergelim e Aveia

 
Fiz esta receita para aproveitar sobras que tinha na geladeira. Cozinhei quinoa no dia anterior e resolvi experimentar fazer hambúrguer. Usei os temperos e legumes que tinha disponíveis em casa e ficou uma delicia. Sempre é possível inventar novas receitas de hambúrguer vegetal caseiro aproveitando o que se tem na geladeira. Eu usei farinha de aveia sem glúten. Você pode utilizar qualquer farinha que desejar. Rende 6 hambúrgueres grandes.
 
 
 
 

Basta juntar os ingredientes e temperos, acrescentar algum tipo de farinha apenas o suficiente para dar a liga, modelar os hambúrguer e rapidamente você tem uma deliciosa e nutritiva refeição.





 
 
Quinoa é um delicioso, nutritivo e versátil grão, que permite o preparo de inúmeras receitas como saladas, risotos, sopas, sucos, pães, bolos, hambúrguer, tortas e muito mais. Um grande aliado da alimentação vegana, não contem glúten, rico em vitaminas, minerais, proteínas e fibras, o que ajuda a aumentar a sensação de saciedade, ajudando com isto a equilibrar a ingesta calórica.
 



 

INGREDIENTES

  • 1 xicara de quinoa cozida
  • 1/4 xicara de cenoura ralada
  • 1/4 xicara de farinha de aveia
  • 1/2 xicara de cebolinha verde picada
  • 2 dentes de alho grandes esmagados
  • 2 colheres de chá de orégano seco
  • 1 colher de chá de páprica em pó
  • 2 colheres de sopa de semente de gergelim
  • sal e pimenta moída a seu gosto
  • farinha de milho (fubá) para empanar



PREPARO

Comece preparando a quinoa. Eu usei uma sobra de quinoa cozida do dia anterior. O ideal é usar a quinoa fria como eu fiz. Fica bem mais fácil modelar os hambúrgueres. Caso você não tiver quinoa pronta, comece cozinhando e deixe esfriar para começar a receita. Siga as instruções abaixo para cozinhar a quinoa.


PREPARO DA QUINOA

Comece lavando a quinoa e escorrendo a agua pelo menos umas duas vezes. Encha um prato fundo com agua fervente, adicione a quinoa e deixe repousar por dois minutos. Este processo é muito importante para remover a saponina e outras impurezas que deixam um sabor amargo na quinoa depois de cozida.
( A presença de  saponinas é o que deixa o sabor meio amargo na quinoa).

Escorra a agua quente e enxague bem os grãos em agua corrente com o auxilio de uma peneira. Deixe escorrendo na peneira por alguns minutos.
Em uma panela, coloque as duas xicaras de agua para ferver. Quando levantar fervura coloque a quinoa e o sal. Mexa de vez em quando até que comece a levantar fervura novamente. Assim que começar a ferver, abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por mais uns 10 ou 15 minutos. Cuidado para não cozinhar demais, verifique se passados os 10 minutos esta bem cozida, caso não estiver, deixe por mais 5 minutos. Você vai saber que a quinoa está cozida quando ficar transparente com linhas brancas em volta dos grãos. Escorra a quinoa e lave em água corrente para interromper o cozimento. Coloque numa travessa funda, solte os grãos com um garfo. Deixe esfriar para começar a preparar os hambúrgueres.



PREPARO DOS HAMBURGUERES 

Unte bem uma assadeira retangular e reserve. Em um prato grande coloque a quinoa, a cenoura ralada, o alho esmagado, o orégano seco, a páprica em pó e  misture bem. Tempere com sal a seu gosto.





Acrescente a farinha de aveia, a cebolinha verde picada e misture bem ate incorporar os ingredientes.
 
 
 


 
Caso você achar necessário coloque mais um pouco de farinha de aveia, apenas o suficiente para poder modelar. Eu não precisei usar além da quantidade indicada na receita.
 




Acrescente por ultimo as duas colheres de semente de gergelim apenas misturando. Verifique o sal e acrescente a pimenta moída na hora caso for utilizar. Você pode temperar a seu gosto utilizando ervas secas e frescas que tiver disponíveis em casa e fazendo combinações diferentes.


 



Em um prato grande coloque farinha de milho (fubá) o suficiente para modelar os hambúrgueres. Coloque uma pitadinha de sal e se quiser adicione uma pitadinha de pimenta do reino moída na hora. também pode acrescentar orégano, salsinha desidratada ou outras ervas secas que desejar.





 Enfarinhe as mãos e forme uma bola com a massa do hambúrguer. Coloque mais farinha se for necessário para não grudar nas mãos.




Achate a bolinha e forme o hambúrguer do tamanho que desejar.





Devolva para o prato e coloque farinha dos dois lados para empanar.





Disponha os hambúrgueres modelados  na assadeira previamente untada.





Eu fiz hambúrgueres grandes, e rendeu 6 unidades. Você pode fazer tamanho menor caso desejar.




Leve a assadeira ao forno por 30 minutos virando na metade do tempo.
Espere esfriar um pouco para retirar os hambúrgueres da forma para evitar que se quebrem. Ficam deliciosos servidos imediatamente, mas também são ótimos a temperatura ambiente. Sirva com salada acompanhada de uma pastinha deliciosa, e você terá uma refeição completa. Eu servi com salada, arroz e um molho chimichurri. Ficou maravilhoso!

 



 
 
ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, POR FAVOR POSTE O LINK DO BLOG COMO REFERÊNCIA DE AUTORIA.
OBRIGADA.
 
 
 

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Salada de Espinafre com Laranja e Nozes

 
Salada leve e refrescante para os dias de verão. Uma deliciosa  combinação de cores e sabores de alto valor nutritivo. O espinafre cru tem um sabor marcante e muito delicioso. O consumo do espinafre cru é muito saudável, ao contrario do que muitas pessoas podem pensar. O espinafre contem acido oxálico, que bloqueia a absorção de cálcio e ferro, e para resolver este problema deve ser combinado com alimentos ricos em vitamina C. Outra forma de reduzir o poder do acido oxálico é ferver o espinafre por pelo menos dois minutos antes de consumir, o que aumenta muito os benefícios do espinafre para a saúde.

 



O ideal é que o espinafre seja orgânico e as folhas pequenas e tenras para fazer salada. O espinafre cru também pode ser consumido em forma de sucos ou smoothies. Caso você nunca experimentou salada de espinafre crua, invente a sua receitinha não esquecendo de usar ingredientes ricos em vitamina C para potencializar os nutrientes do espinafre. Prepare a salada pouco antes de servir para manter o espinafre fresco e crocante, e para preservar os nutrientes.
Dependendo dos ingredientes que você utilizar, esta salada pode ser uma refeição principal.
 
 

Serve duas pessoas



INGREDIENTES
 
  • 1 xicara de folhas de espinafre orgânico
  • 1/2 xicara de folhas de couve crespa (opcional)
  • 1/4 xicara de tiras de pimentão amarelo e vermelho
  • 1/2 cenoura ralada no ralo grosso
  • 6 tomatinhos cereja cortados ao meio
  • 1 laranja media cortada em fatias
  • 1 punhado de nozes picadas (opcional)
  • 2 colheres de sopa de suco de limão 
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • sal e pimenta do reino a gosto


 
 PREPARO

Lave bem as folhas do espinafre, seque com papel toalha e reserve enquanto prepara o restante da receita. Lave e prepare todos os ingredientes listados, disponha em uma saladeira e tempere ao seu gosto com sal, pimenta do reino de preferencia moída na hora e sirva imediatamente. Prepare apenas o que vai consumir, esta salada não pode ser guardada caso sobrar.
 
 
ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CREDITOS DE CRIAÇÃO.
OBRIGADA. 

 

domingo, 16 de novembro de 2014

Batata Doce Assada em Palitos


 
Ricas em vitaminas e fibras, essas batatas são uma alternativa saudável e saborosa de preparar batata doce evitando frituras. Esta receita é um verdadeiro curinga porque rapidamente você tem um delicioso acompanhamento que vai bem com qualquer prato principal. Também pode ser servida como refeição única acompanhada de salada e um molho especial ou pastinha de sua preferencia ou como aperitivo.  As batatas doces ficam deliciosas fritas em palitos ou em chips, mas com certeza a versão assada no forno é muito mais saudável.
 
 

  
Eu usei a batata doce alaranjada que é a única que eu encontro nos Eua onde moro. Aqui não tem batata doce branca como no Brasil. Como eu faço muito esta receita aqui em casa não apenas pela praticidade como pelo sabor, resolvi compartilhar com vocês a inspiração. Eu amo a batata doce branca do Brasil, especialmente assada, e com certeza faria esta mesma receita caso conseguisse encontrar aqui. Use a batata doce que você encontrar, branca, roxa, amarela, enfim...  o que vale mesmo é a inspiração. Você pode inventar muitas e deliciosas combinações  de aromas diferentes utilizando ervas secas ou frescas para temperar as batatas. Experimente espremer um pouco de limão sobre as batatas na hora de comer. Fica simplesmente maravilhoso o contraste do acido do limão com o sabor adocicado da batata. 
 
 
 
 
 
Eu usei óleo de coco para esta receita. Use o óleo que você preferir, não vai fazer muita diferença.  Muitas pessoas fazem esta mesma receita com azeite de oliva. Eu não gosto muito de usar o azeite de oliva para cozinhar ou assar alimentos. Sempre adiciono aos pratos depois de prontos e na hora de servir, ou uso em saladas.  Mas isto fica a critério de cada um, use o que for mais conveniente para você.
Quanto aos temperos, a mesma coisa. Eu usei o que eu gosto, o que tinha em casa e fiz a combinação que me agrada. Use o que você preferir. Nenhum dos temperos que eu usei é obrigatório nesta receita. Tempero é algo muito pessoal e você com certeza vai encontrar a combinação que mais lhe agrada. De qualquer maneira estas batatas ficam sempre deliciosas. Eu já fiz apenas com alecrim e ficaram maravilhosas.
 
 
 
INGREDIENTES
 
  • 8 unidades  de batata doce médias
  • 3 colheres de sopa de óleo (eu usei óleo de coco)
  • 1 colher de chá de alho em pó
  • 1 colher de chá de páprica em pó
  • 1 colher de chá de cúrcuma em pó
  • 1 pedacinho de gengibre fresco ralado
  • pimenta do reino moída na hora
  • 1 colher de chá de orégano seco
  • sal a seu gosto
 
 
PREPARO
 
Pré aqueça o forno a 200C. Lave e descasque as batatas. Corte em palitos de tamanho médio. Coloque em uma vasilha grande e cubra com agua fria. Deixe descansar por 10 minutos enquanto prepara o restante da receita.
 
Em uma tigela pequena coloque o óleo de coco, ou outro óleo vegetal que for utilizar, misture a páprica, a cúrcuma, o gengibre e o alho em pó. Faça uma espécie de papinha. Se for utilizar pimenta do reino, coloque junto também. O ideal é usar a pimenta do reino moída na hora. Reserve.
 
Escorra as batatas, seque bem com papel toalha e tempere com sal a seu gosto. Cuidado para não colocar muito sal. Para esta quantidade de batatas, uma colher de sopa rasa de sal é suficiente, porque você vai misturar os outros temperos também, e sempre é possível ajustar o sal mesmo depois que as batatas estiverem assadas. Coloque a papinha dos temperos preparada antes nas batatas e misture bem para cobrir todos os palitinhos de batata com estes temperos. Se você quiser também pode acrescentar ervas secas como orégano, salsinha desidratada, ou outro que você preferir. Também fica muito deliciosa com alecrim.
 
Em uma assadeira grande levemente untada com óleo vegetal ou forrada com papel vegetal, distribua as batatas em uma camada única. Asse por 40 minutos em forno pré-aquecido a 200C. Na metade do tempo de forno vire as batatas com para que assem por igual. Vire delicadamente as batatas tomando cuidado para não quebrar os palitinhos.

 
 
 
 
As batatas estarão prontas quando ficarem douradas por fora e cozidas por dentro com aspecto de caramelizadas. Remova da assadeira e sirva imediatamente com os acompanhamentos que você preferir. Se quiser polvilhe orégano  seco nas batatas e se quiser coloque pimenta do reino moída na hora quando servir.  
 
 
ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CREDITOS DE CRIAÇÃO.
OBRIGADA. 


 

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Bolo de Alfarroba com Melado

  
 
Bolo muito fofinho, delicioso e fácil de fazer. Eu usei alfarroba, mas a mesma receita pode ser feita com cacau se você preferir. Na medida do possível procure sempre comprar alimentos orgânicos. Sei que isto não é fácil, mas se conseguirmos pelo menos alguns itens orgânicos na nossa dieta, já é um grande beneficio para a nossa saúde.
 
 
                           




 
 
 

 


INGREDIENTES
  
  • 1 1/2 xicara de farinha de trigo integral
  • 1 1/2 xicara de farinha de trigo branca
  • 1/2 xicara de alfarroba em pó
  • 1 xicara de melado (de preferencia orgânico)
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha
  • 1 colher de chá de vinagre de maçã
  • 2 1/2 xicaras de agua fervente
  • 3/4 de xicara de óleo vegetal
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 pitada de sal



  • PREPARO

    Comece preparando a forma que você vai usar. Unte bem e reserve enquanto prepara a receita. Não é necessário usar batedeira para fazer este bolo.
    Em uma vasilha coloque as farinhas, o açúcar, o sal e a alfarroba peneirados e misture com uma colher até que os ingredientes secos fiquem de uma cor só.
    Acrescente a agua fervente aos poucos alternando com o óleo e misturando delicadamente para agregar bem e continue misturando até conseguir uma massa bem homogênea. Coloque a baunilha, o vinagre, misture novamente e por ultimo acrescente o fermento apenas misturando bem, sem bater.

    Coloque a massa na forma previamente untada e leve para assar em forno pré-aquecido a uma temperatura de 180C ou 365F por 30/35 minutos. Cuidado para não  deixar o bolo assar demais. Os bolos veganos secam mais rapidamente do que os outros e assam mais rápido também. Você pode fazer o teste do palito para ver se a massa está bem assada. Retire do forno e prepare a cobertura.



    PARA A COBERTURA


    INGREDIENTES

    • 1/4 xicara de óleo de coco
    • 1/2 xicara de melado
    • 1/4 xicara de alfarroba
    • 4 colheres de sopa de agua fria
    • 1 colher de sopa de essência de baunilha


    PREPARO

    Em uma panelinha pequena coloque a agua e dissolva o pó de alfarroba. A seguir alfarroba e a baunilha. Misture bem e a seguir coloque o óleo de coco. Leve ao fogo baixo e deixe ferver mexendo sempre. Despeje a cobertura no bolo ainda quente.




    Caso você quiser cobrir todo o bolo, pode dobrar a quantidade de ingredientes da cobertura. Eu só quis dar um efeito no bolo cobrindo apenas a parte superior e deixando escorrer pelos lados.




    Espere esfriar para servir. Enquanto isto, prepare um chá ou café e arrume a mesa para servir esta delicia.







    INFORMAÇÕES ADICIONAIS SOBRE A ALFARROBA


    "Tem cara de chocolate, gosto de chocolate, mas não é chocolate. Além de nutritivos, os produtos feitos com alfarroba são isentos de lactose, glúten e açúcar.  Fruto da Alfarrobeira, árvore nativa do mediterrâneo, a alfarroba é uma vagem da qual se extrai a polpa que é torrada e moída para se obter o pó usado na substituição do cacau.
    A alfarroba não possui qualquer agente alergênico ou estimulante tais como a cafeína e teobromina presentes no cacau. Embora apresente um alto teor de açúcares possui um baixo conteúdo calórico devido à quantidade quase imperceptível de lipídeos (gorduras) e alta quantidade de fibras naturais. O efeito benéfico dessas fibras naturais na flora intestinal se dá pela proteção da membrana mucosa do intestino, bem como pela redução significativa da incidência de diarréias indefinidas, desordens nutricionais e incidência de úlceras. " 
    Leia mais a respeito clicando AQUI 
     
     
    "A alfarroba, carob em inglês, é o fruto de uma árvore nativa da costa do Mediterrâneo, semelhante à vagem do feijão, de cor marrom escuro e sabor adocicado. O pó que é utilizado para substituir o cacau é derivado da polpa dessa vagem que é torrada e moída. Esse pó, contudo, possui expressiva diferença em relação ao cacau, tanto no seu conteúdo nutricional, quanto em relação à ausência de estimulantes, como a cafeína e teobromina, além de possuir baixo índice glicêmico, de acordo com recente pesquisa elaborada pela Universidade Federal do Paraná."  Texto extraído do site Carob House
       
     
    ONDE COMPRAR ALFARROBA
     
    Você pode encontrar alfarroba em lojas de produtos naturais, mercearias ou mercados públicos. Também existe a possibilidade de compra online. Caso estiver interessado nesta ultima opção, existem vários sites de venda online onde você pode encontrar. Clique aqui para uma das para opções de compra online.
     

    ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
    SE VOCÊ QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CREDITOS DE CRIAÇÃO.
    OBRIGADA.