Marcadores

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Batata Assada em Palitos

 
 
Pensa em uma coisa gostosa que não se consegue parar de comer...
Se você gosta de batatas, esta receita e perfeita.
Batatas cortadas em palitos assadas no forno e temperadas com cebolinha verde e rodelas de cebola douradas.
Se você quizer pode usar alecrim fresco.
 Eu ate queria fazer com alecrim, mas não consegui fresco e orgânico, então fiquei so na vontade.
Usei o que eu tinha em casa mesmo e ficou uma delicia!
Esta e uma alternativa mais saudável de comer batata que parece frita mas não e.
 Veja como e simples de fazer.
 
 

 



INGREDIENTES PARA DUAS PESSOAS

- 4 batatas bem grandes  com casca (orgânicas)
- 1 cebola media cortada em fatias finas
- cebolinha verde picada, a vontade
- salsinha desidratada ou orégano
- 3 colheres de sopa de óleo vegetal (eu usei óleo de coco)
- sal e pimenta preta moída na hora a seu gosto
- páprica ou cúrcuma (opcional)



PREPARO

Se você nao conseguir batatas orgânicas, remova as cascas antes de cortar.
 
Lave bem as batatas com uma escovinha. Seque com papel toalha e corte em palitos de tamanho médio. 
Seque bem os palitos com papel e disponha em uma assadeira.
Coloque a cebola cortada em fatias, tempere a seu gosto e regue com o oleo que for utilizar misturando delicadamente.
Por ultimo coloque a salsinha desidratada ou orégano, se for utilizar.
Caso quizer usar páprica ou cúrcuma, misture aos temperos nas batatas antes de colocar o óleo.





Asse em temperatura media. Esta foto acima eu fiz depois de 15 minutos de forno quando virei as batatas.

Se for necessário coloque um pouquinho mais de óleo, mas a quantidade indicada e suficiente para assar e deixar as batatas deliciosamente crocantes. 
Claro que não fica crocante como a batata frita tradicional, mas fica suficientemente boa para que a gente possa comer batatas sem fazer fritura que e super prejudicial a saúde.


Controle o ponto das batatas, quando você espetar um garfo e elas estiverem macias, significa que estão bem cozidas.
Então deixe por mais uns minutos para dourar e ficar mais firme e crocante virando de vez em quando para nao pegar no fundo da forma.
O tempo de forno varia em media de 30 a 40 minutos.

Tenha o cuidado de não deixar queimar.  Sirva quente.






 
Espero que gostem da sugestão.
Aqui em casa foi um escandalo o sucesso que estas batatas fizeram. 
 
 
 
ESTA RECEITA E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCÊ QUIZER COMPARTILHAR POR FAVOR INFORME O LINK DO BLOG EM RESPEITO AO MEU TRABALHO DE CRIAR, PREPARAR, EDITAR E FOTOGRAFAR AS RECEITAS.


OBRIGADA!


 

Salada de Quinoa com Pimentoes


 Eu adoro quinoa, especialmente em saladas tipo tabule.
O sabor e incrivel, refrescante e muito delicado.
Quinoa e um delicioso, nutritivo e versatil grao, que permite o preparo de inumeras receitas como saladas, risotos, sopas, sucos, paes, bolos e tortas.
Um grande aliado da alimentacao vegana, nao contem gluten, rico em vitaminas, minerais, proteinas e fibras, o que ajuda a aumentar a sensacao de saciedade, ajudando com isto a equilibrar a ingesta calorica.
Uma otima alternativa de substituicao ao arroz tradicional.
Voce pode inventar receitas diferentes acrescentando ervas frescas, temperos que tiver disponiveis em casa.
 
 
 



INGREDIENTES PARA DUAS PESSOAS


- 1 xicara de quinoa em graos, de preferencia organica
- 2 xicaras de cha de agua para cozinhar a quinoa
- pimentoes vermelho e verde na quantidade que desejar
- 1 colher de sopa de cebola picada bem miudinha
- 1/4 de xicara de talos de salsao fresco picados
- 1 colher de sopa de sumo (caldo, suco) de limao
- 1 colher de sopa de azeite de oliva extra-virgem
- salsinha fresca picada a vontade
- sal e pimenta a seu gosto



PREPARO DOS TEMPEROS


Comece preparando os temperos e deixe marinar para pegar gosto e adicionar a quinoa depois de pronta.
Pique a cebola bem miudinha e coloque em uma tijela media.
Acrescente o salsao e as tiras de pimentoes cortados.
Tempere com sal e pimenta (opcional) a seu gosto.
Adicione o azeite e esprema o limao. Deixe repousando para os sabores incorporarem enquanto voce prepara a quinoa.
Uma otima dica e colocar em um recipiente de vidro, tampar e levar a geladeira para depois misturar com a quinoa cozida.



PREPARO DA QUINOA


Comece lavando a quinoa. Encha um prato fundo com agua bem quente, adicione a quinoa e deixe repousar por dois minutos.
Este processo e muito importante para remover a saponina e outras impurezas.
( A presenca de  saponinas e o que deixa o sabor meio amargo na quinoa).

Escorra a agua quente e enxague bem os graos em agua corrente com o auxilio de uma peneira. Deixe escorrendo na peneira enquanto prepara o restante da receita.

Em uma panela, coloque as duas xicaras de agua para ferver.
Quando levantar fervura coloque a quinoa e o sal/ Mexa de vez em quando ate que levantar fervura novamente.
Assim que comecar a ferver, abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por mais uns 10 ou 15 minutos. 
Cuidado para nao cozinhar demais, verifique se passados os 10 minutos esta bem cozida, caso nao estiver, deixe por mais 5 minutos.

Voce vai saber que a quinoa esta cozida quando ficar transparente com linhas brancas em volta dos graos.

Escorra e lave em água corrente para interromper o cozimento.
Deixe esfriar.

Coloque numa travessa funda, solte os graos com um garfo.
Misture o tempero que ficou marinando na geladeira.
Adicione  a salsinha picada, verifique o sal. C
aso quizer coloque mais limao e azeite de oliva a seu gosto.

Sirva gelado.

Uma dica maravilhosa e temperar com folhas de hortela frescas.
Voce pode adicionar metades de tomatinho cereja, se quizer pode colocar cubinhos de cebola roxa, pepino fresco....  tudo o que voce imaginar, de preferencia ingredientes frescos.
Como eu nao uso enlatados, nao recomendo nada neste sentido, mas isto fica a criterio de cada um.



ESTA RECEITA E FOTO PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCE QUIZER COMPARTILHAR POR FAVOR INFORME O LINK DO BLOG EM RESPEITO AO MEU TRABALHO DE CRIAR, PREPARAR, EDITAR E FOTOGRAFAR AS RECEITAS.


OBRIGADA!

 

terça-feira, 15 de abril de 2014

Sanduiche de Pao Caseiro com Guacamole

 
Este sanduiche foi feito com pao caseiro de fermentacao lenta.
Fiz um pao diferente, com a casca macia e mais encorpado para fazer sanduiches, tipo pao de forma.
Os ingredientes sao os mesmos basicos de todos os paes de fermentacao lenta, farinha, agua, sal e fermento biologico granulado.
Sem gordura e sem acucar, delicioso e saudavel.
 
 



























INGREDIENTES
(Use a quantidade de ingredientes de acordo com a quantidade de sanduiches voce pretende fazer. )

- fatias de pao caseiro pao caseiro semi-integral
- tomates organicos fatiados
- folhas de couve crespa ou alface organica
- guacamole (abacate, limao, azeite de oliva, sal e pimenta)
- cebolinha fresca picada (opcional)


PREPARO

Esta receita e apenas uma inspiracao. Se voce nao tem o pao caseiro, use o pao que quizer, mas caso fizer o pao caseiro, vale super a pena experimentar esta delicia de combinacao de ingredientes.

Prepare o guacamole seguindo a receita. E simples demais de fazer. Voce so precisa de um abacate maduro, limao, azeite de oliva (opcional) e temperos como sal, pimenta. Pode usar coentro ou salsinha picada.

Esmague o abacate com o garfo e tempere a seu gosto com os ingredientes listados acima.

Espalhe o guacamole sobre as fatias de pao, coloque cebolinha fresca picada se for utilizar. Coloque entao as fatias de tomate e por ultimo as folhas de couve crespa ou alface. Cubra com outra fatia de pao com um pouco de guacamole e sirva.

Esta e apenas uma sugestao de montagem, voce pode montar seu sanduiche da maneira que preferir, pode acrescentar outros ingredientes como cogumelos frescos, pepinos, rodelas de cebola.... enfim... invente, crie a vontade!


Esta receita e foto pertencem ao Blog Veganana.Fique a vontade para compartilhar.
Se o fizer, por favor compartilhe com o link do blog em respeito ao trabalho que eu tenho em preparar, fotografar e editar as receitas.

Muito obrigada a todos.

 

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Pão de Forma Semi-Integral com Fermentação Lenta


Esta e outra versão do pão de fermentação lenta.
Este e o chamado pão sem sova, não
e necessário sovar e nem bater.
E super simples e por incrível que pareça sempre da super certo.
Este pão so tem quatro ingredientes.
Sem açúcar e sem nenhum tipo de gordura.
Desta vez eu quis fazer um pão macio para fazer sanduiches.
Mudei apenas o processo de preparo para assar.
O restante da receita foi exatamente igual ao pão rustico.
Esta receita de pão de fermentação lenta permite inúmeras variações. Estou descobrindo aos poucos e a medida que testar diferentes receitas vou postando aqui para vocês.
Veja no final da pagina mais informações sobre as vantagens da fermentação lenta.
 
 

 
 
Eu assei este pão em uma forma de pedra retangular. Você pode assar em qualquer forma, desde que não tampe para assar, caso também queira um pão mais macio.
Use a forma que esta acostumado a assar pão, de preferência retangular caso queira fazer tipo pão de sanduiche.
Mas caso você não tiver uma forma retangular, asse em forma de buraco no meio, quadrada, oval... fica lindo e muito bom também.
 
 
IMPORTANTE!
 
O pão de fermentação lenta não deve ser colocado na maquina de pão nunca!
E uma massa que tem que ser manuseada com cuidado e delicadeza. Tem que ser pouco manuseada para manter as bolhas que se formam na fermentação lenta e que vão fazer com que o pão fique macio, leve e muito gostoso.
 
 
 



INGREDIENTES

- 2 xicaras de farinha de trigo comum
- 2 xicaras de farinha de trigo integral
- 3 colheres de cha  de sal
- 1 colher de cha de fermento biológico para pão (granulado)
- 2 xicaras de agua em temperatura ambiente



PREPARO

Em uma vasilha de vidro ou louça, coloque as farinhas e o sal.
Com o auxilio de uma espátula misture bem. Acrescente o fermento granulado e misture. Em seguida despeje a agua aos poucos e mexa ate conseguir uma mistura homogênea como mostra a foto abaixo.






Não bata, somente misture ate que você perceba que toda a farinha foi hidratada com a agua.
A massa e pesada, mas este processo inicial e bem rápido, em poucos minutos você tem a massa inicial.





Depois disto cubra o recipiente com um filme plástico e coloque em um lugar qualquer da sua cozinha, no balcão, em cima da mesa, ou onde ficar mais conveniente.




Geralmente eu preparo a massa inicial pela manhã antes de ir para o trabalho e deixo fermentando durante o dia.
Mas voce pode preparar a massa a noite, deixar fermentando enquanto voce dorme, e assar no outro dia para o café da manha.

O ideal e que a massa fermente por pelo menos 8 horas.
Quando volto no final da tarde a massa esta crescida, linda, cheia de furinhos e pronta para a etapa final de preparação do pão.






Prepare então uma superfície enfarinhada para modelar o pão.
Deixe a farinha ao seu alcance para quando necessitar.
Remova a massa da vasilha com o auxilio de uma espátula.
Coloque delicadamente a massa na superfície enfarinhada previamente preparada.





Continue trabalhando com a espátula. Comece dobrando a massa para dentro com o auxilio da espátula e farinha. Não sove esta massa, não bata. Apenas dobre para formar uma bolinha e então modelar no formato que desejar.
 
 
 



Dobre apenas com a espátula, sempre colocando mais farinha quando necessário para a massa não grudar.






Ao dobrar procure formar uma bola com a massa para que fique mais fácil modelar. Como já falei antes, este processo e rápido e todo cuidado e pouco para não manusear muito a massa e não perder as bolhas maravilhosas que se formaram na fermentação lenta.





Agora com o auxilio das mãos forme a bolinha tendo o cuidado de manter a massa e a superfície sempre enfarinhada para evitar que grude.





Desta vez eu quis fazer um pão de formato diferente. Abri a massa com muito cuidado com as mãos e modelei ao comprido porque queria usar a minha forma de pedra.






Ajeite com as mãos e prepare para colocar a massa na forma. Mantenha a massa enfarinhada para que seja fácil remover da superfície onde foi modelada para a forma.
Caso você quiser pode colocar direto em um pedaço de papel vegetal enfarinhado e então colocar o papel na forma.
Eu não fiz assim, coloquei o papel na forma, enfarinhei e então coloquei a massa para ajeitar bem no formato da minha forma.






Esta foi a primeira vez que eu usei esta forma de pedra.
E uma maravilha, eu simplesmente adorei o resultado do pão. Como não queria um pão com casca grossa, eu resolvi não colocar a massa direto na forma e então forrei com papel vegetal. Deu bem certinho, não grudou e o pão ficou bem macio como eu esperava.



 
 
Forrei a forma com o papel vegetal e ajeitei bem os cantinhos.
 
 
 



Salpiquei farinha sobre o papel vegetal antes de colocar o pão.





Com muito cuidado eu coloquei o pão modelado dentro da forma.





Ajeitei delicadamente com as mãos enfarinhadas. Salpiquei um pouco de farinha sobre a massa antes de fechar a forma para que a massa não grudasse na tampa.






Entao eu tampei a forma e coloquei em um canto protegido na cozinha e deixei crescer por 1 hora.






Depois de 1 hora de crescimento, ligue o forno para pre-aquecer em temperatura alta, 220C ou 465F.
Enquanto o forno aquece, mantenha o pão protegido crescendo.
No total, o pão vai crescer por 1 hora e meia.

Como eu queria um pão mais macio, assei com a forma sem tampa por 40 minutos.
Cortei as pontas do papel antes de levar a forma ao forno.
Como o crescimento fez uns cortes naturais na massa, eu nem cortei a massa. Deixei assar com o efeito dos cortes que se formaram naturalmente durante o crescimento.






40 minutos depois o pão estava pronto. Lindo, macio e muito gostoso.
Depois que o pão esfriou eu preparei deliciosos sanduiches com couve crespa, tomates e guacamole.








VANTAGENS DA FERMENTAÇÃO LENTA
 
 
Descobri a maravilha de fazer pão com fermentação lenta, e estou testando receitas diferentes, e adorando os resultados.
Quem quiser saber mais informações sobre as vantagens da fermentação lenta e saber tudo sobre pães, visite o blog Hortas organicas e alimentaçao saudavel .
Foi la que eu me inspirei para fazer pães deliciosos e muito saudáveis.
 

O texto abaixo pertence ao site Esmeralda azul , e faz um resumo muito bom e simples de entender sobre a fermentação lenta.

 
"Durante as diversas horas ocorre a fermentação, permitindo que este pão tenha características que nenhum pão feito em poucos minutos pode conseguir:
 
- Há a produção de álcool, ácido acético e ácido láctico que permitem a incorporação de ar na massa e que conferem sabor característico;
 
- Parte do glúten existente é decomposto devido às condições que se geram por causa da fermentação lenta;
 
- O ácido fítico dos cereais integrais é neutralizado permitindo uma melhor absorção de minerais;
 
- A acidez gerada permite que as enzimas estejam mais ativas o que faz com o que o pão se aguente mais tempo fofo. Para fazer pães sem glúten esta característica pode fazer toda a diferença."


 ESTA RECEITA E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA.
SE VOCE QUIZER COMPARTILHAR POR FAVOR INFORME O LINK DO BLOG EM RESPEITO AO MEU TRABALHO DE CRIAR, PREPARAR, EDITAR E FOTOGRAFAR AS RECEITAS.


OBRIGADA!