Tomates Desidratados

A desidratação é uma excelente forma de conservação de alimentos que podem ser armazenados por longos períodos. Uma vez desidratados, os alimentos mantêm uma boa quantia de seu sabor e nutrientes. Você pode usar um desidratador convencional, no forno ou com um desidratador solar. Confira abaixo todas as instruções de preparo em cada um dos métodos mencionados. Na medida do possível utilize ingredientes orgânicos para as suas receitas. 


Neste caso o tomate que eu fiz é crudívoro porque foi desidratado em baixa temperatura em um desidratador, mas você pode optar pela versão assada no forno caso preferir fazer o tomate seco convencional. O tomate é uma ótima fonte das vitaminas A, B e C, e de sais minerais como Fósforo, Ferro, Potássio e Magnésio, além de ter baixo teor de calorias. Também é um excelente revitalizador do organismo, auxilia na purificação do sangue, combate o desgaste mental e doenças do fígado entre outras. O processo de desidratação preserva todas estas vitaminas e nutrientes que são destruídos com o cozimento em temperaturas elevadas.

Leia as instruções com atenção as instruções antes de começar a receita.

INGREDIENTES


  • tomates maduros de preferencia orgânicos na quantidade desejada
  • azeite de oliva
  • sal e pimenta a seu gosto
  • orégano ou outra erva seca (opcional)


PREPARO NO DESIDRATADOR CONVENCIONAL

Se você tem um desidratador fica mais fácil caso queira fazer a receita crudívora. Siga as instruções do aparelho deixando desidratar pelo tempo indicado. Lave bem os tomates em água corrente. Caso você estiver usando tomates orgânicos, pode manter a casca. Caso contrario, é melhor descascar. Você pode remover as sementes se preferir. Eu deixei as sementes. Seque os tomates com papel toalha para absorver o excesso de líquidos. Corte em fatias grossas e tempere com um pouco de sal e azeite de oliva. caso desejar pode usar pimenta moída na hora. Você pode temperar com ervas secas como orégano, tomilho e salsinha desidratada. Caso quiser também pode usar ervas frescas como manjericão, sálvia e manjerona. O tempero fica a seu gosto. Disponha as fatias de tomate em uma única camada alinhando-as uniformemente nas bandejas para que desidratem por igual. 


Cuidado para não sobrepor as fatias porque o ar precisa circular livremente entre as mesmas. Ligue o desidratador seguindo as instruções de uso do modelo que você tiver. Eu geralmente uso todas as prateleiras do meu desidratador para aproveitar o uso de energia. Sempre que desidrato tomates coloco na prateleira de baixo. e preencho as de cima com outros legumes ou frutas. os tomates liberam bastante liquido quando desidratam, por isto e melhor colocar na parte de baixo.


O ponto ideal é quando estiverem menores, enrugados e já não estejam mais grudando na bandeja. Verifique os tomates de vez em quando para alterar a posição caso seja necessário para que as fatias desidratem por igual. Você vai perceber que alguns tomates desidratam mais rapidamente do que os outros. isto varia dependendo do tamanho e espessura das fatias. Eu gosto tanto destes tomates que cada vez que abro o desidratador para ver como estão, tiro uma fatia para comer. É bom demais! Não tem aquele sabor forte dos tomates secos que a gente compra prontos. As fatias que já estiverem no ponto desejado podem ser retiradas do desidratador para evitar que fiquem muito secas. Quando os tomates estiverem desidratados por igual, remova as bandejas do desidratador e deixe "esfriar" por completo em temperatura ambiente antes de guardar.  Quando estiverem prontos para guardar, coloque os em um recipiente de vidro com tampa. O ideal seria utilizar um recipiente hermético e guardar em um local fresco e protegido da luz até utilizar. Você pode colocar azeite de oliva no vidro para cobrir os tomates caso desejar.


Não desidrate tomates inteiros, mesmo que sejam pequenos. Fica muito difícil controlar a parte interna dos mesmos para ver se estão devidamente desidratados. A desidratação poderá ser parcial, e pode estragar mais rapidamente.


Aqui em casa quando eu faço estes tomates, não duram muito tempo porque eu uso para preparar sanduíches, pizzas, saladas, molhos, e não sobra para armazenar. Geralmente coloco na geladeira por mais ou menos uma semana em vidro fechado e coberto com azeite de oliva. Não é necessário usar azeite de oliva se você não quiser, mas fica muito gostoso usar este azeite para temperar saladas ou preparar molhos e pastinhas. Se você desidratar bem os tomates não é necessário colocar na geladeira desde que sejam armazenados em recipiente de vidro hermeticamente fechado e em temperatura ambiente. Neste caso podem durar até 1 mês.  



DESIDRATADOR SOLAR

Caso não tiver desidratador convencional existe a possibilidade de improvisar um  desidratador solar. Se onde você mora tem sol em abundancia fica bem fácil usar este método.  Com um pouco de tempo, boa vontade e habilidade você pode construir o seu próprio desidratador solar. Existem alguns sites na net que ensinam como fazer estes  desidratadores caseiros . É  mais simples do que você imagina. Para quem mora em lugares quentes e tem um pequeno espaço no pátio esta é a opção ideal. Siga as mesmas instruções de preparo dos tomates e deixe desidratando o tempo que for necessário de acordo com as condições de sol disponíveis. Você pode controlar olhando os tomates de vez em quando e virando caso seja necessário.


DESIDRATANDO NO FOGÃO

Caso você não tenha desidratador e não queira ou não possa fazer um em casa, é possível também desidratar alimentos no forno do fogão em temperatura de no máximo 50C. Certifique-se de que o seu forno convencional atinge este nível de temperatura baixa.  Prepare os tomates conforme as instruções acima. Disponha em uma travessa refrataria de preferencia de vidro. Caso não usar vidro é aconselhável que você use papel vegetal forrando a forma de metal.Ligue o forno e deixe atingir a temperatura de 50C. Desligue o forno, leve a travessa com os tomates e mantenha a porta do forno aberta para que a agua evapore mais rapidamente.

O ideal é colocar um ventilador perto do forno para permitir a circulação de ar e o controle da temperatura. É necessário manter a temperatura baixa para o processo de desidratação. Desta maneira você estará mantendo a integridade nutricional do alimento. A desidratação conserva as enzimas vivas mantendo as vitaminas. O tempo médio para desidratação no forno convencional em baixa temperatura é em media de 20 horas. Você poderá testar a textura das fatias de tomate para ver se estão prontas. Remova então as fatias do forno ou desidratador e deixe "esfriar" por uns 3 minutos antes de guardar. Conserve em recipiente de vidro fechado fora da geladeira por até 1 semana. Caso quiser pode colocar em vidros fechados a vácuo o que vai fazer com que durem mais.



ASSANDO OS TOMATES NO FORNO (TOMATES SECOS)

Se você não quiser desidratar ainda existe a possibilidade de assar no forno convencional do fogão. Neste caso você vai seguir as mesmas instruções acima para preparar os tomates porem deve adicionar óleo ou azeite para assar os tomates e temperar a seu gosto. Leve ao forno pré-aquecido em temperatura de 160/180C dispondo as fatias de tomate em uma assadeira retangular bem grande tendo o cuidado de espalhar bem deixando as fatias separadas umas das outras. Deixe assar ate que estejam murchos, secos, mas não duros. Siga as mesmas instruções de armazenamento cobrindo os tomates com azeite de oliva. Ficam maravilhosos!



ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA. SE VOCÊ GOSTOU E QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CRÉDITOS DE CRIAÇÃO. OBRIGADA!

6 comentários

  1. Ola, Loris, comprei um desidratador, e queria umas dicas suas de armazenamento, Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Rita,

      Seja bem vinda amiga! Que bom que compraste um desidratador, tenho certeza que vais adorar e fazer coisas muito deliciosas. Eu adoro o meu e uso com bastante frequência. Geralmente eu conservo os alimentos desidratados em vidros hermeticamente fechados para uma maior durabilidade. As maçãs desidratadas eu deixo em um vidro hermeticamente fechado fora da geladeira em cima do balcão em local protegido de calor. Tem algumas frutas desidratadas como a laranja e a manga que eu adoro geladas, então conservo na geladeira. Não dura muito porque a gente consome rápido.
      Se tiveres alguma pergunta específica que eu puder te ajudar, escreve novamente aqui ou na página do facebook que eu te ajudo.
      Um grande abraço, me conta como está sendo a tua experiência com o desidratador.
      Volte mais vezes para me visitar!

      Lori Ellis

      Excluir
  2. Olá Lori. Sempre quis ter um desidratador de alimentos, mas me empolguei mesmo quando encontrei o seu blog. Comprei um e ele acabou de chegar e estou fazendo no momento maçãs, laranjas e tomates. Tomara que fique bem gostoso. Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Guta,

      Que legal que tu compraste um desidratador e está curtindo. Fico muito feliz em saber que eu te inspirei para isto. Tenho certeza que vais adorar e com o tempo experimentar coisas novas. Tem muita coisa que se pode fazer com o desidratador, frutas, legumes, crackers, cookies, tudo saudável e delicioso. Eu fiz recentemente uma leva de crackers desidratados com resíduos de legumes misturados com grãos germinados. Ficou bom, mas tão bom que nem te conto amiga! Ainda não tive a oportunidade de postar, mas em breve o farei e tu vais poder conferir e quem sabe te inspirar a fazer crackers também. É muito simples e divertido de fazer.
      Me conta como ficou a tua primeira experiência com o que desidrataste. Espero que tenhas gostado e que faça muito mais coisas deliciosas.
      Se precisar de dicas que eu puder ajudar, escreve novamente.

      abraços e muito obrigada por acompanhar o blog, volte sempre para me visitar!
      Lori Ellis

      Excluir
  3. Boa tarde, eu tenho um vidro cheio de tomates seco a granel a um ano na geladeira, ainda serve ? Comprei em loja de produtos naturais ????????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Edirlene, tudo bem?

      Seja bem vinda e muito obrigada por acompanhar o blog. Nesta situação, vou te dizer o que eu faria. Na dúvida, é sempre melhor não arriscar. Mesmo que os tomates tenham sido armazenados na geladeira, um ano é muito tempo. Especialmente porque compraste a granel e não tem como controlar a data do vencimento. Se tivesses colocado no freezer até poderia ser possível utilizar, mas eu teria receio de usar um produto mesmo desidratado depois de um ano. Minha sugestão é que quando comprares novamente, compre em uma quantidade que vais utilizar em poucos meses, e se quiser, congele uma parte. Eu não usaria os teus tomates secos de um ano atras, estou dando a minha opinião, já que perguntaste, e é baseada no que eu realmente acho que está certo. Não sou nutricionista, e não tenho nenhuma especialidade em nenhum tipo de assunto relacionado a engenharia de alimentos, mas acho que na dúvida, é sempre melhor não arriscar. Espero ter ajudado, um grande abraço!

      Lori Ellis

      Excluir

Olá,
Seja muito bem vindo e obrigada por visitar o meu blog!
Seu comentário será lido e assim que possível respondido neste mesmo post. Por favor assine o seu comentário para que eu possa conhecê-lo também.Obrigada pela visita e volte sempre!

Lori Ellis