Baguete Semi Integral de Fermentação Lenta

Mais uma receitinha deliciosa de pão com fermentação lenta. Esta técnica de fazer pães já é bastante conhecida por quem acompanha o blog pelas várias receitas que postei com opções de preparo e modelagem diferente baseadas na mesma receita básica de massa. Quando fiz a primeira baguete ainda não tinha comprado a forma especial, e fiz como deu, na assadeira retangular mesmo. Este foi o primeiro pão que eu fiz na forma de baguete. Amei, e guardei para dividir com vocês esta deliciosa experiência. Na medida do possível utilize ingredientes orgânicos para as suas receitas.
Por Lori Ellis /Veganana


Fiquei tão feliz quando vi estas lindezas prontas, amei usar a forma especial para baguete. O pão fica lindo, perfeitinho. Eu servi estas baguetes com uma sopa em uma noite muito fria de inverno. Fiz as fotos do pão pronto na corrida porque a sopa estava pronta e a gente queria mais era abrir um vinho e comer. Mas de qualquer maneira eu consegui registrar para inspirar vocês a fazer também, com ou sem forma de baguete. Se você quiser saber mais ou adquirir uma forma de baguete para fazer um pão igual a este, visite a Loja Veganana neste link.


A fermentação lenta é um processo muito saudável de preparar pães, porque diminui o índice glicêmico da massa durante as horas de fermentação, além de diminuir também a quantidade de glúten. Outra vantagem da fermentação lenta é que a massa fica com uma textura muito leve e deliciosa devido a pouca quantidade de fermento utilizado na receita. Quanto maior a quantidade de fermento mais pesada a massa fica e a digestão se torna mais difícil. A massa do pão de fermentação lenta é muito fofa e fica cheia de lindos furinhos, e a casca super crocante. Caso você preferir pode modificar a proporção das farinhas. Eu usei meio a meio branca e integral neste caso. Desde que você mantenha as 4 xícaras indicadas na receita, pode variar a quantidade das farinhas integral, e branca a seu gosto. A única coisa que eu ainda não fiz e não posso garantir o resultado é usar 100% farinha integral. O máximo que eu fiz foi 75% e ficou maravilhoso. Veja no final da pagina mais informações sobre a fermentação lenta.

IMPORTANTE! O pão de fermentação lenta NÃO deve ser colocado na maquina de pão nunca! É uma massa que tem que ser manuseada com cuidado e delicadeza para manter as lindas bolhas que se formam durante a  fermentação e que vão fazer com que o pão fique macio, leve,  gostoso e cheio de furinhos.

Programe para fazer o seu pão com antecedência. Geralmente eu preparo a massa inicial pela manhã antes de ir para o trabalho e deixo fermentando durante o dia. Mas você pode preparar a massa a noite, deixar fermentando enquanto você dorme, e assar no outro dia para o café da manhã. O ideal é que a massa fermente por pelo menos 8 horas. Quando volto no final da tarde a massa esta crescida, linda, cheia de furinhos e pronta para a etapa final de preparação do pão. Neste caso eu preparei a massa de manhã e deixei fermentando o dia todo para assar o pão para o jantar acompanhando uma sopa de legumes. Veja como fazer...



INGREDIENTES
  • xícaras de farinha de trigo comum
  • xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 colher de chá  de sal (se quiser pode colocar 1 e 1/2)
  • 1 colher de chá de fermento biológico para pão (granulado)
  • xícaras de água em temperatura ambiente


PREPARO

Em uma vasilha de vidro ou louça, coloque as farinhas e o sal. Com o auxilio de uma espátula misture bem. Acrescente o fermento biológico e misture. 



Em seguida despeje a água aos poucos e mexa ate conseguir uma mistura bem homogênea como mostra a foto ao lado.



Não bata e nem sove a massa, apenas hidrate os ingredientes secos misturando a água com o auxílio de uma espátula.  A massa é pesada nesta fase inicial do processo.




Cubra o prato com um filme plástico e deixe repousar em local protegido para fermentar por pelo menos 8 horas.




Passadas as 8 horas de fermentação, a massa vai estar leve, aerada e cheia de lindas bolhas como mostra a foto ao lado. Prepare tudo o que você vai precisar para a modelagem do pão. A massa não deve ser muito manuseada, apenas o suficiente para modelar o pão.





Prepare uma superfície plana e lisa para modelar o pão. Deixe a farinha à mão porque você vai precisar quando começar a trabalhar a massa. Enfarinhe bem a superfície antes de despejar a massa do prato.




Despeje a massa em cima da farinha e com a espátula faça movimentos dobrando a massa de fora para dentro para formar uma especie de bola. Como já falei antes, este processo é rápido e todo cuidado e pouco para não manusear muito a massa e não perder as bolhas maravilhosas que se formaram na fermentação lenta.


Abra a massa com cuidado formando uma especie de retângulo com o auxílio de uma espátula e continue enfarinhando quando necessário para evitar que grude. Enfarinhe as mãos para modelar o pão. Mantenha a massa sempre enfarinhada.







Quando a massa estiver modelada como a imagem ao lado está pronta para cortar.







Corte a massa em duas partes iguais e sempre enfarinhando para não grudar.




Cada metade da massa vai fazer uma baguete. Eu usei a forma de baguete para dois pães. Se você não tem uma forma de baguete, faça a sua baguete em uma assadeira retangular que fica boa igual. Vai espalhar um pouco para os lados, mas vai ficar boa. Eu já fiz assim antes de ter a forma. O importante é o pão, o formato é um detalhe.


Eu forrei a forma de baguete com papel manteiga, mas não é necessário forrar. Estas fotos como falei antes foram da minha primeira experiência com a forma de baguete, e quando fiz novamente não forrei com papel e ficou muito bom também.




Depois de espalhar a massa nas cavidades da forma, polvilhe um pouco de farinha de milho, fubá ou semolina e faça cortes em diagonal com uma faca afiada para dar um efeito no pão.





Cubra com um filme plástico e um pano e deixe a massa crescer por mais ou menos 30 minutos ou até dobrar de volume.




Passados 30 minutos, ligue o forno para pré-aquecer em temperatura de 220C. Leve o pão para assar por mais ou menos 35 a 40 minutos ou até que fique bem douradinho. Para o meu gosto ficou bom com 35 minutos. Retire da forma e deixe esfriar em uma grade.



O pão fica lindo e com uma casca bem crocante e grossa, e a massa fica super macia e deliciosa. O ideal é esperar esfriar um pouco para cortar, mas eu não esperei, aliás, nunca espero, corto em seguida porque gostamos muito do pão quentinho. O cheiro do pão assando é irresistível!





VANTAGENS DA FERMENTAÇÃO LENTA

Descobri a maravilha de fazer pão com fermentação lenta, e estou testando receitas diferentes, e adorando os resultados tanto pela facilidade de preparo como pela delicia de fazer pão saudável em casa. Quem quiser saber mais informações sobre as vantagens da fermentação lenta e saber tudo sobre pães, visite o blog Hortas orgânicas e alimentação saudável . Foi lá que eu me inspirei para fazer pães deliciosos e muito saudáveis.

O texto abaixo pertence ao site Esmeralda azul , e faz um resumo muito bom e simples de entender sobre a fermentação lenta.

"Durante as diversas horas ocorre a fermentação, permitindo que este pão tenha características que nenhum pão feito em poucos minutos pode conseguir:
- Há a produção de álcool, ácido acético e ácido láctico que permitem a incorporação de ar na massa e que conferem sabor característico;
- Parte do glúten existente é decomposto devido às condições que se geram por causa da fermentação lenta;
- O ácido fítico dos cereais integrais é neutralizado permitindo uma melhor absorção de minerais;
- A acidez gerada permite que as enzimas estejam mais ativas o que faz com o que o pão se aguente mais tempo fofo. Para fazer pães sem glúten esta característica pode fazer toda a diferença."

ESTA RECEITA, TEXTO E FOTOS PERTENCEM AO BLOG VEGANANA. SE VOCÊ GOSTOU E QUISER COMPARTILHAR OU PUBLICAR, LINKE DIRETAMENTE A RECEITA ORIGINAL MENCIONANDO OS CRÉDITOS DE CRIAÇÃO. OBRIGADA!

8 comentários

  1. Querida Lori, fiz a massa e amanhã vou fazer o pão.Estou empolgada para ver o resultado. Depois conto p/ vcs.o resultado!
    Bjs.
    Leila Sales

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite Leila,

      Que legal, a tua massa está levedando e amanhã quando acordares vai estar crescida e cheia de lindas bolhas. Fico feliz que vais fazer o pão, e espero que gostes. Estou agora mesmo indo para a cozinha fazer uma massa para deixar levedar de noite e assar o pão de manhã.
      Me conta como ficou, vou adorar saber a tua experiência com a receita, e vou ficar na torcida que tudo de certo, que o teu pão fique lindo e que tu fique feliz!

      Amei a tua visita, volte sempre! Abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  2. Olá,
    Adoro ler suas receitas. Estou tentando reeducar nossa alimentação e me agradam muito oa aeua pratos salgados especialmente, mas também os bolos, cookies e doces que minha filha adora.
    É possível fazer essa bisnaga com farinha sem gluten, usando por exemplo farinha de arroz?

    Grata,

    Patricia Pinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia, tudo bem?

      Em primeiro lugar quero pedir desculpas por não ter respondido antes a tua mensagem. Somente vi agora e fiquei muito chateada por não ter tido a oportunidade de responder quando escreveste. Não sei porque motivo várias mensagens foram para a caixa de spam, e eu não tinha visto.
      Espero que leias esta resposta. Muito obrigada por acompanhar o blog e escrever. Agradeço pela gentileza das tuas palavras em relação ao meu trabalho. Eu nunca fiz esta receita com farinha de arroz. É possível fazer sim, mas eu te aconselho a pesquisar no google alguma receita de pão sem glúten porque eu sei que tem muitos ingredientes que são utilizados para que a massa fique macia e o pão fique com uma boa textura. infelizmente eu não tenho muita experiência com pães sem glúten para te ajudar, mas sei que tem muitos sites super confiáveis onde vais poder encontrar a receita para fazer este pão na versão sem glúten. Espero ter ajudado, muito obrigada pela visita, volte mais vezes, e se fizer a receita na versão sem glúten, por favor volte aqui para comentar conosco.

      abraços
      Lori Ellis

      Excluir
  3. Amo seu blog! Parabéns! Mas, por favor Lori, vc acha que dá pra fazer ele 100% integral? Obrigada!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liliane, tudo bem?

      Seja muito bem vinda, e obrigada por acompanhar o blog e vir me visitar, deixando este recadinho tão fofo! Fico feliz que gostas do blog!
      Tu podes fazer esta receita apenas com farinha integral. Pode demorar um pouco mais para levedar e ficar no ponto de utilizar, mas fica bom sim. Outra coisa, é que a massa 100% integral, pode ficar um pouco mais pesada do que a semi-integral, com uma quantidade de farinha branca misturada à farinha integral. Mas com certeza fica um pão rico com fibras e muito saudável.
      Se fizeres a receita, me conta como ficou. Espero que gostes.
      Um grande abraço, adorei a tua visita, volte mais vezes!

      Lori Ellis

      Excluir
  4. Olá, boa tarde! Gostaria de saber se posso fazer o procedimento da fermentação lenta com qualquer receita de pão. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amiga, tudo bem?

      Para fazer o procedimento de fermentação lenta tem que utilizar esta receita variando apenas os tipos de farinha utilizados. Use a quantidade indicada de ingredientes listados acima, varie as farinhas, acrescente sementes, frutas secas ou oleaginosas e invente deliciosos pães.
      Para o pão de fermentação lenta não se deve utilizar nenhum tipo de gordura, e nem açúcar. Por isto é importante seguir a regrinha básica e usar apenas os 4 ingredientes que são a farinha, a água, o sal e o fermento para pão, de preferência granulado. Espero ter esclarecido a tua dúvida, e se fizer a receita volta para me contar como ficou. um grande abraço e obrigada por acompanhar o blog.

      Lori Ellis

      Excluir

Olá,
Seja muito bem vindo e obrigada por visitar o meu blog!
Seu comentário será lido e assim que possível respondido neste mesmo post. Por favor assine o seu comentário para que eu possa conhecê-lo também.Obrigada pela visita e volte sempre!

Lori Ellis